SD

© Copyright 2012. 

A noite dissolve os homens

Texto: Carlos Drummond de Andrade

Livro: Sentimento do mundo - pag 67

A noite desceu

Que noite!

A noite caiu

Tremenda, sem esperança

Os suspiros acusam a presença negra

Que paralisa os guerreiros

e o amor

 

O amor não abre caminho na noite

A noite é mortal, completa

 

Sem reticencias anoite dissolve os homens

Diz que é inútil sofrer

A noite dissolve as pátrias

A noite anoiteceu tudo

A noite desceu

E o mundo não tem remédio